Escolhendo um framework PHP


Desde que comecei a trabalhar com programação que me interessei por ferramentas que pudessem auxiliar no meu trabalho, seja para agilizar o processo de desenvolvimento, ou para melhorar a qualidade do código. Logo no início me chamaram atenção os CMS como o Joomla, Drupal e WordPress, e posteriormente os frameworks.

Minha história com frameworks começou quando comecei a trabalhar na UFPB , em 2007, no projeto da UFPB Virtual, de cursos à distância. Precisava desenvolver um sistema para possibilitar a integração do Sistema de Controle Acadêmico com o Sistema de Ensino à Distância (Moodle). Foi aí que conheci o Zend Framework, em sua primeira versão. Um dos primeiros frameworks PHP, que parecia uma maravilha diante do que tinha visto até então, pois englobava várias ferramentas em uma só, dentro de um padrão pré-definido por uma empresa consolidada. Ter esse conhecimento no meu currículo, sem dúvida, me abriu várias portas.

Ler maisEscolhendo um framework PHP

Criando tabelas InnoDB no Laravel com Artisan e migrations


Uma das características mais interessantes do Laravel é a facilidade de criar toda a estrutura do código rapidamente utilizando a ferramenta artisan. Uma dessas funcionalidades, é a de criar tabelas diretamente no banco de dados, baseando-se em suas classes de migration.

Por padrão, o Laravel irá criar as tabelas utilizando a engine MyISAM. Ela é uma engine útil quando precisamos de alta performance, porém, ela não serve se quisermos trabalhar com relacionamentos entre as tabelas, já que não aceita chaves estrangeiras. Para isso, geralmente é usada a engine InnoDB. Precisaremos, então, mudar essa configuração para que as tabelas sejam criadas utilizando InnoDB.

Ler maisCriando tabelas InnoDB no Laravel com Artisan e migrations

Slides da palestra “Seu framework é melhor pra quê?” no 1º PHP Day em João Pessoa


Neste sábado (10 de Novembro de 2018) aconteceu o 1º PHP Day em João Pessoa/PB, realizado pela comunidade do PHP-PB. Fui convidado para dar uma palestra, e o tema que apresentei foi “Seu framework é melhor pra quê?”.

Ler maisSlides da palestra “Seu framework é melhor pra quê?” no 1º PHP Day em João Pessoa