Jaime Neto | desenvolvimento para web


Você já teve que fazer uma consulta em alguma tabela de um banco de dados MySQL, em que você deseja ordenar por uma coluna específica, e no início dos resultados aparecem todos os campos null dessa coluna? Daí você quer manter a ordem, mas quer que os campos null fiquem no final dos resultados? Como você faz?

Bom, recentemente descobre uma forma bem fácil de fazer isso, e resolvi compartilhar aqui com quem mais precisar.  (mais…)

No tags


Pois é, estou cada vez mais virando um usuário das coisas da Apple. Mas as mesmas críticas que eu tinha da empresa eu mantenho, que não são grandes, mas que vez ou outra são um incomôdo, e que em aparelhos Android não existem. São eles:

  • Bluetooth difente, que só se conecta com outros aparelhos da Apple, e que não serve pra transmissão de arquivos (a menos que você encontre algum aplicativo que faça isso…);
  • Conector diferente, que, apesar de ser muito bom, existem vantagens em usar um padrão que é usado em todos os outros aparelhos;
  • Dependência do iTunes pra copiar arquivos pros dispositivos, que por sinal… ô programinha ruim, viu! Como pode, a Apple, que faz as coisas tão simples fazer algo tão incrivelmente pouco intuitiva e pouco prática?

Bom, mas a qualidade dos aparelhos (hardware) e do sistema operacional e aplicativos ainda fazem valer a pena ter um Apple, sem dúvida.

Uma das coisas que me incomodou bastante foi não poder usar um mp3 como toque do celular de uma forma prática, como eu fazia no meu Xperia. Até que, pesquisando no “Google é meu pastor e nada me faltará”, encontrei uma forma de fazê-lo! Eis os passos:

  1. No iTunes (sim… tem que usar essa bagaça…) escolha a música que você deseja usar como toque;
  2. Clique sobre ela com o botão direito do mouse, serão exibidas algumas opções, clique em “Obter Informações”;
  3. Clique na aba “Opções”, veja que há dois campos para definir o início e o fim da música escolhida, isso porque a Apple só permite toques com até 30 segundos, edite esses campos e clique em OK;
  4. Clique novamente com o botão direito do mouse sobre a música para exibir as opções, e clique em “Criar versão AAC”. Um novo arquivo será criado com a extensão .m4a;
  5. Arraste a música do iTunes para sua área de trabalho ou qualquer pasta que preferir;
  6. Renomeie o arquivo para alterar a extensão dele para .m4r, que é o formato usado para os toques (Se você está usando windows e a extensão do arquivo não estiver sendo exibida, vá em Painel de Controle > Opções de Pastas e desmarque “Ocultar extenções dos arquivos”);
  7. Arraste o arquivo renomeado para dentro do iTunes;
  8. No iTunes, clique no canto superior direito onde tem o nome do seu aparelho para onde deseja enviar o toque;
  9. No menu superior, clique em “Toques”;
  10. Deixe marcado a caixinha de “Sincronizar Toques”, e escolha pra sincronizar “todos os toques” ou “toques selecionados”. Caso escolha o segundo, escolha a música em questão;
  11. Clique em sincronizar;
  12. Pronto, agora você pode ir no seu aparelho e selecionar o toque adicionado!

Nada prático né? Pois bem… é disso que eu falo em minhas críticas à Apple, mas, pelo menos nesse caso, é possível de fazer, ainda que complicado.

Aproveitem! :)

No tags

jul/13

22

Campus Party Recife 2013


Campus Party

Campus Party

Semana passada fui pela primeira vez a uma Campus Party, ou seja, primeira vez como campuseiro. Foi na segunda Campus Party de Recife, ou #CPRecife2, que ocorreu de 17 a 20 de Julho, e resolvi deixar aqui minhas impressões.

Não é com muita frequência que podemos ver uma quantidade tão grande de nerds (incluindo eu) juntos num só lugar. Tanta gente com seus notebooks, tablets, smartphones, e até mesmo PCs, todos juntos debaixo do teto de uma casa de shows (Chevrolet Hall), assistindo palestras, jogando, acessando a internet ou correndo atrás de brindes. É disso que se trata a Campus Party, de forma resumida.
(mais…)

No tags


Neste sábado, 09 de Março de 2013, apresentei uma palestra online via Google Hang Out falando sobre minha experiência ao tirar a certificação Zend Framework.

ProPHP

Para quem tiver interesse, o vídeo pode ser visto logo abaixo, ou na página do PHP-PB (php-pb.net). E disponibilizei os slides da palestra no meu slideshare: http://www.slideshare.net/jaimecpn.
Link direto para esta palestra: http://www.slideshare.net/jaimecpn/certificao-zend-framework.

(mais…)

·

fev/13

28

Kindle Fire vs iPad Mini


Kindle Fire vs iPad Mini
Eu sei, eu sei… Parece uma comparação bem injusta, afinal, o correto seria comparar o Kindle Fire HD, que é mais recente. Porém o motivo dessa comparação é bem simples: eu tinha um Kindle Fire e, recentemente, comprei um iPad mini. ;D

Bom, como não há como compará-los em relação ao hardware, já que o iPad Mini é bem mais recente, vou focar nos aspectos mais gerais, e no sistema operacional.

(mais…)

· ·


Imagine a seguinte situação: você precisa fazer uma consulta numa tabela que tem muitos registros e, portanto, precisa fazer paginação do resultado. Ok até aí, é só criar um Zend_Db_Select e usar ele como parâmetro para um Zend_Paginator. Porém, na hora de iterar sobre o getItems() do paginator, você estará trabalhando com um array em vez de trabalhar com um objeto da sua classe modelo. O que fazer? Bom… você pode pegar todos os resultados, jogar num foreach e converter no objeto em questão, correto? Mas pra todo objeto vai ter que fazer isso de forma repetida… E agora?

Eis minha sugestão: Vamos criar um novo adapter para Zend_Paginator que é uma variação do Zend_Paginator_Adapter_DbSelect. A diferença é que esse adapter recebe um parâmetro adicional no construtor com o nome da classe modelo que você deseja como retorno na paginação.

(mais…)

·


Recebi o certificado ZFNo dia 27 de novembro, fiz a prova de certificação de Zend Framework. Venho agora compartilhar com vocês minha experiência e dar umas dicas de como estudar para os que estiverem interessados em fazer também.

Algumas pessoas talvez se perguntem “Por quê fazer uma prova de certificação?”. Há bons motivos para isso. Além de uma realização pessoal, que é o motivo que leva muita gente a fazer (acredite!), uma prova de certificação significa que a empresa que criou ou é responsável por uma linguagem/aplicação/ferramenta garante que você sabe utilizá-la bem, e isso é válido mundialmente. No mínimo é um grande diferencial no seu currículo, que poderá ter nele o selo oficial da certificação (esse que se encontra no site na coluna direita, acima). (mais…)


Nesta segunda-feira (26 de Novembro de 2012) deu-se início à VIII Semana da Computação da UFPB em João Pessoa/PB. Fui convidado para dar uma palestra sobre Zend Framework, e o tema que apresentei foi “Conhecendo o Zend Framework”.

Conhecendo o Zend Framework

(mais…)

jun/12

9

Ebooks no Kindle Fire


 

Kindle Fire library

Uma das melhores coisas no Kindle Fire sem dúvida é ler, ainda que não seja tão bom quanto no Kindle normal, que a tela não tem reflexo. Pra quem é marinheiro de primeira viagem, é normal ficar meio perdido no começo quando quer adicionar algum livro no Kindle. As questões geralmente são relativas ao melhor formato de e-book a utilizar, e a como adicioná-los ao aparelho.
(mais…)

· ·


Neste sábado (28 de Abril de 2012) foi realizado o FLISOL 2012 em Patos/PB. Fui convidado para dar uma palestra sobre Zend Framework junto ao pessoal do PHP-PB, e o tema que apresentei foi “PHP robusto com Zend Framework”.

PHP robusto com Zend Framework

(mais…)

Older posts >>

Theme Design by devolux.nh2.me